COM ESTA FOLHA, VOCÊ FAZ UM CHÁ PODEROSO PARA CONTROLAR A PRESSÃO, DIABETES, COMBATER INSÔNIA E ATÉ AJUDAR A EMAGRECER


O louro (Laurus nobilis) é muito usado na culinária por causa de seu sabor marcante, especialmente temperando pratos como feijão.

Mas o louro não é só tempero – ele também é uma planta medicinal utilizada no tratamento de vários distúrbios de saúde.

 

Você anda ansioso, estressado?

 

As folhas de louro ajudam a combater esses problemas.

 

Ele também é diurético, antirreumático, anti-inflamatório, digestivo, estimulante, expectorante e hepático.

 

É ótimo para tratar:

 

– distúrbios digestivos

 

– inflamações no fígado

 

– cólicas menstruais

 

– diabetes

 

– infecções nos ouvidos

 

– infecções na pele

 

– dor de cabeça

– pressão alta

 

– gases

 

– reumatismo

 

Acabou?

 

Não!

 

O louro atua como expectorante em casos de gripe resfriado, bronquite e outras doenças que atingem o aparelho respiratório.

 

E ainda dá uma turbinada no metabolismo, contribuindo para a perda de peso.

 

Uma boa forma de aproveitar essas propriedades do louro é consumindo o chá e o xarope:

Beba suco de limão todos os dias se tiver um destes 16 problemas de saúde

Beterraba: controla a pressão, elimina gordura do fígado e limpa completamente o intestino

 

Veja como se faz o chá:

 

INGREDIENTES

 

3 folhas de louro

 

1 litro de água

 

MODO DE PREPARO

 

Ferva a água e, no fim, adicione as folhas de louro.

 

Desligue o fogo, feche a panela e deixe descansar por dez minutos.

 

Beba o chá de três a quatro vezes ao dia.

 

Contraindicações: mulheres grávidas ou em fase de amamentação.

 

Efeitos colaterais: se usado em grandes quantidades, pode causar sonolência ou irritar o estômago

 

Beba por três semanas ou até melhorar seu problema de saúde.

 

Se o objetivo for perder peso, dê uma pausa de 15 dias e retome por mais três semanas

 

Xarope de louro

 

Um dos melhores remédios naturais para a tosse.

 

Experimente e comprove:

 

louro_-_cha.jpg

 

INGREDIENTES

 

150 mL de água pura

 

6 colheres (sopa) de açúcar mascavo

 

1 limão

 

6 folhas de louro

 

MODO DE PREPARO

 

O primeiro passo é ferver a água.

 

Assim que levantar fervura, coloque as folhas de louro e deixe-as cozinhando com a panela tampada por cerca de 6 minutos.

 

Passado esse tempo, desligue o fogo.

 

Espere esfriar.

 

Retire as folhas de louro, transfira o líquido para um frasco, coloque o açúcar mascavo e esprema um limão.

 

Misture tudo muito bem até o açúcar se derreter.

 

Tome 1 colher (chá) do xarope de 3 a 5 vezes por dia.

 

A dosagem pode ser aumentada se a tosse estiver muito forte.

 

Esta receita obtém excelentes resultados em casos de tosse seca.

 

E pode ser conservada na geladeira por no máximo três dias.

 

Outro remédio muito bom é o óleo de louro.

 

Ele facilita o fluxo de sangue.

 

Por isso, este óleo pode ser aplicado para estimular a drenagem linfática.

 

É excelente para combater a retenção de líquidos e o excesso de peso.

 

Outro uso comum é no tratamento de tiques nervosos (movimentos corporais involuntárias) ou rigidez muscular.

 

Para combater o ronco, aplique algumas gotas de óleo de louro em seu peito antes de dormir.

 

Calmante de crianças: coloque algumas gotas de óleo de folhas de louro num esborrifador para aclimatar o quarto.

 

Isso ajuda a combater ataques de pânico, medo, choro e vômito em crianças.

 

Como preparar óleo de louro?

 

INGREDIENTES

 

250ml de óleo de amêndoas

 

30g de folhas de louro secas

 

1 recipiente hermético de vidro com tampa (a cor deve ser escura para que a luz não penetre o recipiente)

 

MODO DE PREPARO

 

Coloque as folhas no interior do recipiente e cubra com o óleo de amêndoas.

 

É muito importante que as folhas fiquem completamente cobertas.

 

Deixe-as repousar por 30 dias em um lugar fresco e seco, longe da luz solar.

 

Procure agitar o frasco periodicamente e, na hora de usar o óleo, conte com a ajuda de um conta-gotas.

 

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

LEIA MAIS IMPRIMIR ou SALVAR COMPARTILHAR ou SALVAR SALVAR PDF